Arquivo da categoria: WorkShop – Cursos

KOKUBUN SENSEI NA ARGENTINA!

Pela primeira vez !

Pela primeira vez !

Neste fim de semana está acontecendo o  curso de kumite com o Campeão Mundial e várias vezes campeão Japonês ( WKF e JKA), Toshihiro Kokubun, na cidade de Buenos Aires – Argentina.

Essa é a primeira vez que temos um curso na America do Sul com este renomado karateka.
O evento está sendo realizado no Clube Atlético Banco de la Nación Argentina, e é uma  iniciativa da Organização Caminho Shotokan Argentina.

Kokubun sensei faz parte da elite de atletas e karateka não só do Japão, mas também do mundo.
Acredito que seja uma honra para todos os karateka da região,  participar de um curso  inédito com esse expoente do karate mundial, e esperamos que essa iniciativa seja tomada por mais organizações, e que possamos ter esse privilégio no Brasil.

Rodrigo Brito e Kokubun sensei

Rodrigo Brito e Kokubun sensei

O evento começou no último sábado dia 21, e encerra-rá neste domingo, e ainda conta com a participação de algumas organizações e karateka brasileiros, como o caso do nosso leitor e amigo Rodrigo Brito, e também a Associação CT-Hiryu-Kan, de Pelotas -RS.

Kokubun sensei é oriundo do famoso clube de karate da Universidade Takushoku (Tokyo), berço de renomados karateka, tal como o própio Masatosho Nakayama sensei.

Tivemos uma breve conversa via Facebook com Kokubun sensei, que confirmou sua volta para Japão na próxima semana.

Quando será que teremos esse excelente karateka ministrando seminários pelo Brasil? Com certeza isso seria uma ótima oportunidade para todos os karateka brasileiros, independente de siglas ou organizações.

Ossu!

TEMOS UM GANHADOR!

Venha trenar com essa fera!

PARABÉNS  AO HEITOR CINEL!

E no ultimo dia 5 ( domingo), a diretoria de organização do Curso Técnico de karate com Junior Lefevre, definiu o ganhador do sorteio de uma inscrição gratuita .
O karate sortudo foi o Heitor Cinel de São João da Boa Vista-SP.
O Curso técnico dom o Bi Campeão Mundial, será nos dias 2 e 3 de Maio em Porto Alegre. Mais informações entre em contato pelo email cursos.karaters@gmail.com
O karateka Heitor deverá entrar em contato até o dia 12 de Abril através do email ou pelo perfil  Facebook de Rodrigo Brito da Silveira (organizador).

PARABÉNS AO HEITOR E BOM TREINO.
Oss!

SORTEIO – Vamos treinas com Junior Lefevre?

Venha trenar com essa fera!

Venha trenar com essa fera!

Pois é, o bi-campeão mundial de karate ( WKF) e 7 vezes campeão europeu, irá ministrar um curso  técnico de karate de dois dias em Porto Alegre.

Lefevre  ( 6º Dan WKF ) não é apenas um excelente atleta, mas também um dos técnicos mais requisitados pelos melhores nomes do karate mundial. Seu centro de treinamento já contou com a presença de nomes como Rafael Aghayev e Douglas Brose .
O curso será realizado nos dias 2 e 3 de Maio, mas as inscrições irão até o dia 17 de Abril ou enquanto houver vagas.
Está sem graça? Então participe do nosso sorteio!
PARA CONCORRER À UMA INSCRIÇÃO TOTALMENTE GRÁTIS, VOCÊ DEVE DEIXAR UM COMENTÁRIOS NESTA POSTAGEM E COMPARTILHÁ-LA  NO FACEBOOK ! 

A sorteio será no dia 5 de abril e será anunciado aqui no nosso site!
Mas lembre-se, comente aqui e compartilhe no Facebook.

Você não vai perder está chance né? Boa sorte e bom curso.
Oss!

TREINO EM HOMENAGEM À PEDRO CAMPANA

gustavão aluno deTakeuchi

Por Gustavo Lucena

Esse texto começa a ser escrito há alguns meses atrás quando recebo a noticia da internação do meu amigo Pedro Campana, devido a mais um enfarte enquanto dava aula na Mushinkan. Começo uma torcida, junto com todos os que o conheciam pessoalmente ou não, que tristemente se encerra 24 horas depois com seu falecimento.

Ele já tinha escapado de um e eu acreditava firmemente, apesar das noticias dando a gravidade do fato, que ele escaparia desse e ainda mandaria todo mundo “sifude” mais algumas vezes.

Pedro Campana era uma figura ímpar, tendo iniciado seu karate com Harada em São Paulo no Shotokai, desviando o dinheiro das aulas de datilografia, pagas por seu pai, para treinar karate. Fato esse descoberto quando seu pai depois de 6 meses de aula pediu para que ele escrevesse algo em sua velha máquina Remington Rand. Ele escreveu, catando milho com dois dedos, o seguinte   “Pai desculpa, gastei o dinheiro com o karate”.

Uns diziam que ele havia estado na banca examinadora que tinha dado a faixa verde para Gichin Funakoshi, mas esse fato nunca foi comprovado. O fato é que era um gozador e sobretudo um agregador do pessoal do karate e que já em 68 era campeão paulista na faixa preta.

Conhece-mo-nos virtualmente no site Karateca.net, aonde sobre o pseudônimo Hapli-Komo-Leu, infernizou a vida de uns e outros, inclusive a minha. Tive a oportunidade de conhece-lo pessoalmente num treino de fim de ano organizado pelo Katsumoto (Sensei Roberto Santanna), outro tumultuador do site e também gente boníssima.

Ele, assim com Sensei Roberto, falavam com intimidade de pessoas que eu só conhecia pelas revistas, tais como: Okuda, D’Elia, Enio Vezzuli e sempre contando algo engraçado, como por exemplo dizendo que o Enio havia quebrado seu nariz inúmeras vezes e o culpando pela característica voz anasalada que tinha.

Amava os cachorros tendo sido ativo fundador e organizador de julgamento de perfeição da raça de cães. Largou tudo por achar que era impossível e injusto definir qual era o melhor, pois todos tinham algo de especial. Até o meu boxer que por ser branco é considerado um “aleijão” da raça ele amava e quando esteve no Rio, dormindo em minha casa, dormiam juntos ele e o Babú.

Depois do encontro em Ribeirão Preto, passou a organizar encontros em São Paulo e assim passei a frequentar a Mushinkan e conhecer seus alunos e professores. O único senão desses treinos era que após os mesmos éramos obrigados a comer a pior feijoada que conheci, num boteco ao lado. Mas as histórias valiam o sacrifício.

Homenagem do Dojo Mushikan à Pedro Campana sensei.

Homenagem do Dojo Mushikan à Pedro Campana sensei.

Quando tivemos o maravilhoso seminário de karateka do site karateca.net, em Santos, dividi quarto com ele e tive de acordar e vê-lo nu fazendo alongamento na janela e também tentar por um vaso de 1ton em frente ao quarto do Sensei Lezon, um dos ministrantes de aula, para fazer com que chegasse atrasado, tudo foi muito divertido. Exceção se faça ao local que nos levou para jantar que era caro pra cacete e ao fato de eu ter mandado mensagens para ele por engano durante o fim de semana inteiro. Como fui sacaneado.

Bom, depois dessa breve introdução, vamos ao nosso treino.

Em primeiro lugar, foi duro chegar no aeroporto e não ter o Pedrão me esperando, como fazia com todos nós cariocas que se dispusessem a ir à Mushin dar um treino. Entrar na lanchonete (porta de vidro) aonde tomamos vários cafés da manhã baseados em coxinhas de galinha com coca-cola foi difícil também. Entretanto, dividir esse sentimento principalmente com seu amigo de décadas, Sensei Carlão, que manteve-o vivo até a chegada do resgate com manobras de primeiros socorros aliviou a tristeza de todos. Éramos quase 30 pessoas no treino.

O lugar ficou mais triste...

O lugar ficou mais triste…

Até o puteiro (porta com moldura vermelha) ao lado da Mushinkan fechou. Sem duvidas a redondeza ficou mais triste sem os dois.

Ao chegar, como de costume já haviam alunos da Mushin na lanchonete, encontrei colegas de treino e também como de costume enchi a pança de salgadinhos e refrigerante. Não tínhamos mais a presença física e fedorenta, pelo cigarro que o matou, do Pedrão mas em espírito ele estava lá. Falo isso baseado num maluco que passou e deu esporro em todos nós pois ocupávamos a calçada e ele queria passar. Pois bem passou no meio de todo mundo, abaixou as calças e saiu rebolando….só pode ter sido o Pedro que o enviou.

O treino foi excelente como sempre, puxado pelo Sensei Carlão. Começamos com kihon ippon, mas com nagashe uke, taisabaki, kizame e giauku, depois fizemos os dois katas que o Pedro mais gostava: Tekki shodan e Wankan. O treino é o que menos importava e após um belo discurso do Sensei Carlão, em que falou sobre o Pedrão e nos mostrou a homenagem que ficará sempre montada na Mushin em sua homenagem , partimos para a feijoada, jurei que seria a última vez.

Um brinde ao guerreiro Pedro

Um brinde ao guerreiro Pedro

Após a cervejada, abrimos um belo vinho do Porto nos dado pelo Sensei Lezon, brindamos com copo de conhaque de botequim e tomamos em homenagem ao Pedrão, pois era o único álcool que tomava.

Voltei para o Rio de Janeiro triste da mesma forma que fui sabendo que por mais que nos esforcemos, esse treino nunca será tão divertido com foi um dia.

Queria registrar a presença do Rene, fundador do karateca.net, site responsável por todos nós nos conhecermos. Desde o 1º encontro em 2005 é a primeira vez que aparece, usando um Meikyo zerado que lhe tinha sido ofertado pelo Pedrão.

ilustre presença no treino em homenagem á Pedro sensei.

ilustre presença de Rene (dir.), no treino em homenagem á Pedro sensei.

___________________________________________________________________________________

O nosso site prestou sua homenagem à esse guerreiro, confira aqui.

SEMINÁRIO COM MIKIO YAHARA SENSEI – Por José Pedro Leal

Aquecimento sob a supervisão de Otsuka sensei

Aquecimento sob a supervisão de Otsuka sensei

No dia 25 de maio, no Clube Militar  Jardim Botânico na cidade do Rio de Janeiro, foi organizado pela  Associação Kyokai e Roberto Sant’Anna sensei o  seminário internacional com Sensei Yahara Mikyo  juntamente com o seus assistentes  Senseis Masamicho Otsuka e Shinichi Okada, ambos instrutores oficiais do Hombu Dojo KWF.
O seminário contou com a presença de Sensei Felipe Martins, Chefe Instrutor da KWF no Brasil, que foi um dos responsáveis pelo  evento e cerca de 170 karatecas, alguns de diversos países como Argentina, Venezuela, Chile e Rússia. O seminário se iniciou às 14h e começou com  um aquecimento  que  visava bem o alongamento do quadril e das pernas, tudo  sobre a vigia de Otsuka sensei.
Após o aquecimento, Sensei Yahara pediu para todos os participantes formarem duplas para fazerem um pequeno Jyu-Kumite. Depois disso, Sensei Yahara demonstrou para todos com a ajuda de Otsuka e Okada, a importância do giro do quadril em uma demonstração de uma sequencia  onde era aplicado o  gyaku zuki  partindo de um kamae em  tate shuto e voltando com gyaku zuki.  Mais uma sequência foi demonstrada desta vez  começando com a aplicação de  gyaku zuki, indo para posição kamae usando compressão máxima e voltando com gyaku zuki, com Sensei Yahara frisando sempre a importância da compressão  e o uso da “mola “( BANE = バネ) na execução dos movimentos. Após todos acompanharem, foi a hora dos participantes realizarem  os movimentos ao comando de  Sensei Yahara  que  sempre nos lembrava a importância da  utilização da compressão que foi demonstrada, era perceptível o  kime que era gerado.

O famoso Kaiten Koshi com uraken

O famoso Kaiten Koshi com uraken

Sensei Yahara  comentou a  importância de  se executar o Jyu-Kumite usando  as técnicas por ele apresentadas, pois normalmente não aplicamos as técnicas corretas que fazemos no kihon básico e no Jyu-Kumite. Também frisou a importância da utilização da rotação / compressão indo ao limite com o objetivo de treinar o corpo à estes movimentos aumentando o poder dos golpes.  Ele falou muito de utilizar os ataques e defesas sempre pensando no “ichi geki hissatsu”, ou seja, finalizar a luta com um único golpe.

Em seguida, Sensei Yahara demonstrou para todos com a ajuda novamente  de seus auxiliares  seu famoso movimento de uraken giratório (kaiten koshi com uraken). Todos ficaram impressionados com o kime e a velocidade  em sua demonstração, mesmo com seus 66 anos e sua recém-cirurgia no ombro.   Ele  ainda demonstrou a importância do centro de gravidade nas bases zenkutsu dachi, kokutsu dachi e kiba dachi, e em seguida pediu para Otsuka demonstrar uma adaptação do Kata Heian Shodan utilizando todos os três movimentos básicos da KWF inclusive o kaiten koshi com uraken.

Depois foi a hora todos colocarem em prática o que já havia sido apresentado. Sensei Yahara pediu para que  todos fizessem  as três sequencias apresentadas, primeiro gyaku zuki  a partir do kamae em tate shuto, depois gyaku zuki, indo para posição kamae e por último aplicando a sequencia gyaku zuki  seguida de  kaiten koshi com uraken.

Se aproximando do final do seminário, Sensei Yahara pediu para todos formarem duplas e fazerem uma nova sequencia que havia sido demonstrada, na qual eram usados os movimentos oi zuki, jodan ague uke, gyaku zuki, soto uke e o kaiten koshi com uraken. Com as mesmas duplas, Sensei Yahara pediu para realizarem um Jyu-Kumite para treinar técnicas de defesa e ataque que ele havia demonstrado anteriormente, definindo bem os movimentos.

Jão Pedro e a cúpula da KWF

José Pedro Leal e a cúpula da KWF

Na parte final,  ele  respondeu diversas dúvidas e curiosidades de todos os presentes e ainda pediu para todos realizarem novamente as três sequencias que foram aprendidas, mais um treinamento do chute mae geri.

Com o término do seminário, por volta das 17h30min, teve uma sessão de fotos com Sensei Yahara, Otsuka e Okada e a entrega dos diplomas.

Sobre o seminário, fiquei impressionado com a organização, meus parabéns a todos que o organizaram, principalmente ao Sensei Felipe Martins pela educação com todos os presentes e sem palavras por ver uma lenda do Karate que é o Sensei Yahara, um homem de estatura baixa e já com idade, mas que possui uma força e velocidade de deixar todos impressionados. Todos ficaram muito satisfeitos com o seminário e com a oportunidade que tiveram de aprender e estar perto dessa lenda.

Sensei Yahara, Osu!

Texto de José Pedro Leal, Faixa Preta 1º Dan pela SKIF Brasil

Colaboração de Sensei Felipe Martins, Chefe Instrutor da KWF no Brasil

Revisão  de Daniel Pinto

Gostou? Então clica nesses botões aqui em baixo!

%d blogueiros gostam disto: