DURO GOLPE NO KARATE OLÍMPICO

download
por Tiago Oviedo Frosi
Nos últimos dias rumores que circulavam em alguns grupos do Karate nacional tomaram corpo e se mostraram a dura realidade. O Karate ficou de fora da lisa dos esportes para os Jogos Olímpicos de 2024 em Paris – França. A estreia do Karate nos Jogos de Tóquio, por enquanto, será descontinuada na edição seguinte.
Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foram a última edição em que o sistema antigo de constituição do programa dos Jogos de Verão organizados pelo Comite Olímpico Internacional seguiram o mesmo padrão.
Até então, havia uma lista quase fixa, onde cerca de uma ou duas modalidades que se mostravam de pouca adesão do público eram excluídas para ascensão de outra/s modalidade/s que faziam parte da lista de esportes reconhecidos e podiam ser incluídas em votação. Em casos recentes o Karate participou de votações mas foi superado por modalidades como golfe e rugby.

Para os Jogos de Tóquio e edições subsequentes as formulações dos programas dos Jogos Olímpicos se tornaram mais flexíveis, podendo o país sede incluir mais modalidades capazes de atingir grande público local.

Foi uma virada de estratégia buscando um evento ainda mais lucrativo. Nessa forma de montagem do evento o Comitê Olímpico japonês optou por incluir alguma de suas modalidades desportivas ligadas ao Budo (artes marciais japonesas). Segundo relatos, o candidato inicial foi o Kendo, porém houve recusa da Federação Internacional de esgrima japonesa.

Foi então inserido o Karate, que teve muita dificuldade de ingressar numa listagem que incluiria modalidades como baseball, softball e a maioria dos demais esportes consagrados.
Desde a inclusão do Karate nos Jogos de Tóquio 2020, a Confederação Brasileira de 14045753_1643258069323387_3622317533691108057_nKarate – CBK, e suas afiliadas estaduais vêm realizando muitos eventos chamados “pré-olímpicos” e muita divulgação na mídia (especialmente televisiva) vem sendo feita. O Karate nunca antes teve tanta visibilidade no Brasil.
Junto disso, porém, muitas organizações que atuam paralelamente à CBK (entidades esportivas filiadas à organizações diferentes da WKF ou representantes de Escolas de Estilos) sentiram-se pressionadas e até mesmo atacadas pelas campanhas do dito “Karate Olímpico”. Alegam essas outras organizações que ocorreu a disseminação de um discurso de que apenas o Karate olímpico era oficial e os demais seriam “picaretas” e coisas do gênero.
Juntamente com declarações de dirigentes dessas organizações atacando a CBK e seu Karate olímpico, os grupos das redes sociais foram povoados nos últimos dois dias com a notificação da mesma CBK de que o Karate estaria fora dos Jogos de 2024.    As mensagens, com tradução de declaração do Presidente da World Karate Federation, procuraram transmitir aos karateka a tristeza que toma a WKF e sua comunidade nesse momento. Justo, mas não seria por seguir participando dos Jogos em 2024 que o Karate seria sempre uma “modalidade olímpica”.
Todos os esportes, a partir de 2020, deverão sempre manter níveis mínimos de assiduidade e lucratividade. Claro que para modalidades como o Futebol, a Natação e o Atletismo isso está praticamente assegurado, mas não é a realidade de modalidades secundárias como, infelizmente, são as artes marciais perante a visão olímpica.
Segue agora a luta da WKF para reverter esse quadro para 2024 (o que não será nada fácil), bem como de organizações paralelas em tentar tomar o lugar da WKF como organização reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional (o que é mais difícil ainda, pois teriam que desbancar antes disso a organização com maior representatividade do esporte a nível mundial).
Para além disso, em outras edições, como 2028 e 2032 a luta pelo Karate olímpico segue do mesmo jeito que agora, pois a cada edição dos Jogos todas as modalidades têm que batalhar pela participação.E isso é o que karateka sabe bem fazer, cair e se levantar novamente.
Osu!

3 comentários sobre “DURO GOLPE NO KARATE OLÍMPICO

  1. enquanto estiver alguém que que ama o karatê Shotokan existe uma esperança de divulgação e um reconhecimento, karatê é a arte das mãos vazias , mente sã e corpori sãn , oss.

    Curtir

  2. Osu caros amigos meu nome e Breno Alves tenho 17 anos pratico karatê shotokan desde os 12 anos segundo meu ponto eu não acho que seja uma boa o karate nas olimpiadas pois isso eu vejo de duas maneiras isso pode tornar karate? reconhecido pode mais enquanto ao escopo marcial.?

    Curtir

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s