REUNIÃO DOS GRANDES MESTRES DE KARATE

Reunião dos grandes mestres
A reunião que decidiu os rumos do karate

O dia 25 de Outubro é considerado por muitos karateka como o Dia do Karate,  graças ao decreto  do Governo de Okinawa  de 2005, como mais um esforço levar os Jogos olímpicos para o Japão. Mas essa data não foi escolhida por acaso!

A  exatamente 78 anos atrás, houve uma reunião com os principais mestres de Okinawa para decidir algumas pautas, como o objetivo de divulgar e organizar o Karate  que estava sendo levando do antigo reino de Ryukyu (atual Okinawa) para o Japão.
Essa reunião foi organizada pelo Jornal da Província, o Ryukyu Shinpo, tradicional e ainda hoje em funcionamento.
Isso demostra a importância do karate na ligação entre a  pequena ilha e a grande potência bélica Asiática.
O nosso site traduziu partes da pauta da reunião, e hoje trouxemos esse material para os karateka que assim como nós do site, não apenas praticam karate, mas também estudam  a origem da arte das mãos vazias.
Vamos aos fatos!

Dojoweb ferramenta de gestão

A reunião dos mestres de Okinawa em 1936

Este texto faz parte da ata da reunião. Aparece como um apêndice no livro “Karate-do Dai Hokan” escrito por Kanken Toyama (páginas 377-392, Tsuru Shobo, 1960).

Data e hora: 25 de outubro de 1936 às 16:00 horas.

Local: Showa Kaikan Hall, Naha, Okinawa.

Esta reunião foi organizada pela Ryukyu Shinpo Newspaper Publisher.
As seguintes pessoas participaram da reunião:

Karateka: Chomo Hanashiro, Chotoku Kyan, Choki Motobu, Chojun Miyagi, Juhatsu Kyoda, Choshin Chibana, Shinpan Shiroma, Chotei Oroku, Genwa Nakasone.

Convidados: Koichi Sato, Zenpatsu Shimabukuro, Kitsuma Fukushima, Eizo Kita, Chosho Goeku, Furukawa Gizaburo, Sei Ando, Choshiki Ota, Kowa Matayoshi, Zensoku Yamaguchi, Tamashiro.

Genwa Nakasone: Quando o Karate foi introduzido pela primeira vez em Tóquio, a capital do Japão, “karate” foi escrito em kanji (caracteres chineses) como “mão chinesa”. Este nome soava exótico e foi gradualmente aceito entre as pessoas em Tóquio. No entanto, algumas pessoas pensaram que este kanji “Mão chinesa” não era adequada para escolas. Para evitar usar esse kanji, alguns dojo de Karate escreveram “karate” em hiragana (letras fonéticas japonesas) em vez de kanji. Este é um exemplo de uso temporário da palavra.
Em Tóquio, a maioria dos dojo de karate usa o kanji “Caminho da Mão Vazia” para escrever Karate-do, embora ainda existam alguns dojo que usam o kanji “mão chinesa”.
A fim de desenvolver uma arte marcial japonesa, acredito que o kanji para escrever “karate” deve ser a “mão vazia” em vez de “mão chinesa”, e “Karate-do” deve ser o nome padrão O que vocês pensam?

Chomo Hanashiro: Nos velhos tempos, nós, o povo de Okinawa, costumávamos chamá-lo “Toudi” ou “Tode”, não “Karate”. Nós também chamamos simplesmente de “Ti” ou “Te”. Isso significa lutar com as mãos e punhos.

Ota: Também chamamos de “Toudi” ou “Tode”.

Shimabukuro: Sr. Nakasone, ouvi dizer que as pessoas agora chamam de “Karate-do” ao invés de Karate.
Isso significa que as pessoas adicionaram a palavra “Do” (literalmente “Caminho”) ao termo “Karate” para enfatizar a importância do treinamento espiritual como no Judô ou no Kendo?

 

Nakasone: Eles usam a palavra “Karate-do” com o sentido de cultivar a mente.

Ota: Sr. Miyagi, você usa a palavra “mão chinesa” para se referir ao Karate?

Chojun Miyagi: Sim, eu uso o kanji “mão chinesa” como a maioria das pessoas fazem.
Tem pouca importância. Aqueles que querem aprender Karate de mim vem até minha casa e dizem “Por favor, ensine-me Ti “ou” Por favor, mostre-me o Te “.
Então eu acho que as pessoas costumavam chamar Karate “Ti” ou “Te”. Eu acho que “Karate” é bom em termos de significado.
Como o Sr. Shimabukuro disse, o termo “Jujutsu” foi alterado para “Judo”.
Na China, antigamente às vezes, as pessoas chamavam Hakuda ou Baida para o Kung-Fu chinês, Kenpo ou Chuan-fa.

Chojun Miyagi

Como nestes exemplos, os nomes mudam de acordo com os tempos. Eu acho que o nome “Karate-do” é melhor que simplesmente “Karate”. No entanto, vou reservar minha decisão sobre este assunto, uma vez que acho que devemos ouvir a opinião de outras pessoas.
Nós tivemos alguma controvérsia sobre este tema na reunião da Delegação de Okinawa da Dai Nippon Butokukai.
Nós arquivamos o problema controverso. Entretanto, os membros da Delegação de Okinawa, nós usamos o nome “Karate-do” escrito em kanji como “O Caminho da Mão Chinesa”.
Logo o Shinkokai (centro de promoção de Karate) será formado, então gostaríamos de ter um bom nome.

Oroku: Sr. Miyagi, você viajou para a China para estudar Karate?

Chojun Miyagi: No começo eu não tinha planejado praticar Kung Fu na China, mas achei excelente, então aprendi.

Oroku: O nosso próprio “Te” existiu aqui em Okinawa, por um longo tempo?

Chojun Miyagi: Houve o “Te” em Okinawa. Foi melhorado e desenvolvido como Judô, Kendo e o Boxe.

Kyoda Juhatsu: Concordo com a opinião do Sr. Nakasone. Contudo, me oponho a tomar uma decisão formal agora nesta reunião.

Kyoda Juhatsu

A maioria das pessoas em Okinawa ainda usa a palavra “Mão chinesa” para se referir ao Karate, então devemos ouvir os praticantes de karate, pesquisadores de Okinawa e devemos também estudá-lo cuidadosamente em nossos grupos de estudo antes de tomar uma decisão.

Chojun Miyagi: Nós não tomaremos uma decisão imediatamente nesta reunião.

Matayoshi: Por favor, expresse sua opinião honestamente.

Chomo Hanashiro: Nos meus cadernos antigos, me encontrei usando o kanji “mão vazia”.
Desde agosto de 1905 eu tenho usado o kanji “mão vazia” para escrever sobre Karate, como em “Karate Kumite”.

Goeku: Eu gostaria de fazer um comentário, já que tenho um relacionamento com a Delegação de Okinawa da Dai Nippon Butokukai. O Karate foi reconhecido como uma arte de luta por esta organização em 1933. Naquela época, Mestre Chojun Miyagi escreveu Karate como “mão chinesa”.
Devemos mudar o que foi escrito como “Mão chinesa” para “mão vazia” na Delegação de Okinawa.
Gostaríamos de aprovar esta mudança imediatamente e seguir os procedimentos, já que precisamos da aprovação da sede central da Dai Nippon Butokukai.

Ota: Sr. Chomo Hanashiro é a primeira pessoa a usar kanji “mão vazia” para se referir ao Karate em 1905. Se algo se tornar popular em Tóquio, ele se tornará popular e comum em outras partes do Japão.
O povo de Okinawa pode não gostar de mudar o kanji do karate.      Mas nós seríamos marginalizados se a palavra “Mão chinesa” fosse considerada como algo local e a palavra “mão vazia” o nome comum de Karate como arte de luta japonesa. Portanto, seria melhor se usássemos a palavra “mão vazia”.

Nakasone: Até agora, aqueles que moram em Okinawa há muito tempo falaram. Agora eu gostaria de ter a opinião do Sr. Sato, diretor do Escritório de Assuntos Escolares. Ele chegou em Okinawa recentemente.

Sato: Meu conhecimento sobre o Karate é praticamente nulo, mas acho que a palavra “mão vazia” tudo bem, já que a palavra “mão chinesa” é infundada de acordo com os pesquisadores.

Furukawa: O kanji com o qual você escreve “mão vazia” é atraente para aqueles que vêm de fora de Okinawa, e nós a consideramos como uma arte de luta agressiva. Fiquei desapontado quando vi o kanji “Mão chinesa” referindo-se ao Karate.

Nakasone: Neste momento gostaria de ouvir algum comentário do Sr. Fukushima, o Tenente da Sede Regimento Central

Fukushima: O kanji “mão vazia” para escrever Karate é apropriado. O kanji “mão chinesa” é difícil de entender para quem não conhece karate.

Ota: Não há ninguém que não goste da palavra “mão vazia” para o Karate, mas há pessoas que não gostam da palavra “mão chinesa”.

Chojun Miyagi: Bem, quando visitei o Havaí, o povo chinês parecia gostar da palavra “mão chinesa” para o Karate.

Shimabukuro: Aqui em Okinawa nós costumávamos chamar de Karate “Ti” ou “Te”. Para diferenciá-lo disso, nós chamamos “Toudi” ou “Tode” para o Karate que foi trazido da China.

Nakasone: Eu acho que somos bem claros sobre o nome do Karate. Agora gostaríamos de discutir a promoção disso. É lamentável que o Karate não seja popular em Okinawa agora. Precisamos encontrar uma solução para promovê-lo nos campos de educação física e artes marciais.

Furukawa: Agora existem muitos Ryu ou estilos no Karate. Eu acredito que devemos unificá-los a todo custo. Ouvi dizer que há pequenas diferenças entre o estilo de Karate de Shuri e o de Naha. Eu acredito que ambos os estilos devem ser unificados e devemos fazer kata japoneses do Karate-do.
Nos velhos tempos, tínhamos cerca de 200 estilos de Kendo (esgrima), mas agora eles foram unificados e nós temos os kata padrão do Kendo Japonês. Eu acredito que o Karate se tornaria popular em todo o país se tivéssemos kata unificados. Por exemplo, podemos estabelecer dez kata como karate japonês.
O nome de cada kata deve ser alterado para um nome japonês, como Junan-no-kata (kata macio e elástico), Kogeki-no-kata (kata ofensivo), etc. Desta forma, podemos ajustar o nome do kata ao seu conteúdo.
E eu também acho que devemos fazer do Karate um esporte competitivo, então devemos estudar organizar uma competição de Karate.
Gostaríamos de criar um uniforme de Karate e padronizar o conteúdo e os programas de treino.

tarjaTowakai02

Chojun Miyagi: Eu concordo com a sua opinião. Com relação ao kata, uma vez enviei o parecer com explicações para o escritório central da Dai Nippon Butokukai (Associação Nacional de Artes Marciais), quando sua delegação foi estabelecida em Okinawa.
Quanto ao uniforme de Karate, também gostaríamos de criar um uniforme de Karate em breve, porque muitas vezes temos problemas. E sobre a terminologia, acho que teremos que controlar isso no futuro. Eu também defendo isso, e tenho criado e promovido novas palavras técnicas.
Com relação ao kata, acho que o kata tradicional deve ser preservado como kata antigo ou clássico.
Para a promoção nacional do Karate, acho que seria melhor criar novos kata.
Vamos criar tanto kata ofensivos quanto defensivos que sejam apropriados para alunos do ensino fundamental, institutos, universidades e escolas juvenis. Principalmente nós, os membros do Shinkokai (Associação para a promoção do Karate), vamos criar novos kata e espalhá-los por todo o Japão.
Agora há a Associação de Educação Física e a Delegação de Okinawa da Butokukai. Nós também temos alunos avançados de Karate e aqueles que estão interessados nele.
Nós, portanto, cooperamos com eles para estudar e promover o Karate. Se tais organizações e especialistas estudarem Karate conscientemente, podemos tomar uma decisão sobre o nome e o uniforme do Karate relativamente em breve. Eu acredito que os velhos kata devem ser preservados sem modificação, considerando que novos kata devem ser inventados, caso contrário, estou convencido de que o mundo estará interessado no Karate no futuro.

Ota: Quantas organizações de Karate existem em Okinawa no presente?

Chojun Miyagi: Delegação de Okinawa da Dai Nippon Butokukai, Associação de Educação Física da prefeitura de Okinawa e a Associação de Educação Física da cidade de Shuri.

Ota: Sr. Chibana, quantos alunos você tem agora no seu dojo de Karate?

Choshin Chibana: Eu tenho cerca de 40 alunos no meu dojo.

Chojun Miyagi: Existe a opinião que insiste que existem dois Ryu ou estilos no Karate, especificamente, Shorin-Ryu e Shorei-Ryu. Eu acho que essa opinião é falsa ou errada, já que não há provas algumas delas. No entanto, se temos dois estilos no Karate, podemos classificá-los pelos seus métodos de ensinar. Em um estilo, eles nem sequer diferenciam entre katas fundamentais (como Sanchin, Tensho e Naifanchi) e katahu kata (outros que não são Sanchin, Tensho ou Naifanchi). Eles ensinam Karate com métodos não sistemáticos.
No outro estilo, distingue-se claramente entre kata fundamentais e katahu kata. O Karate sistemático é ensinado metodicamente, meu professor (Kanryo Higaonna) me ensinou Karate dessa maneira.

Ota: Os mestres de karate que conhecemos não foram à China para estudar karate.

Chojun Miyagi: Eu ouvi dizer que o Mestre Matsumura foi para a China e praticou o Karate lá.

Choshin Chibana: Nosso professor nos ensinou Naifanchi como um kata fundamental.

Ota: Sr. Motobu, quem lhe ensinou Karate?

Choki Motobu: Eu aprendi Karate do mestre Itosu, do mestre Sakuma e mestre Matsumora da aldeia de Tomari.

Choki Motobu

Ota: Eu pensei que você tivesse criado o seu próprio Karate para si mesmo, sem aprender com nenhum professor.

Choki Motobu: (rindo) Não, eu mesmo não criei meu Karate.

Nakasone: Agora sabemos que todos os mestres concordam com o plano de estabelecer uma Associação para a promoção do Karate. Como o Sr. Furukawa nos explicou a necessidade de encontrar uma associação que promove o Karate, acreditamos que outras pessoas também concordam com este plano. Então, gostaríamos que os membros começassem os preparativos para estabelecê-la.

FATO CURIOSO

Você leitor deve ter percebido que em nenhum instante do texto acima foi citado o nome de Gichin Funakoshi sensei. O motivo é que o mesmo não participou dessa reunião em 25-10-1936.

Mas e essa foto que ele está junto a outros mestres ?. Essa reunião foi bem depois daquela de 1936.

 

Gostou da nossa pesquisa?  Então comenta e compartilha nas suas redes sociais.
Ossu!

 


NOTA:  Nosso site adota o sistema Hepburn de transcrição da língua japonesa para o alfabeto romano.  De acordo com este sistema, a palavra KARATE é escrita com K e sem acento circunflexo.
Fontes: “The meeting of Okinawan Karate Masters in 1936”
Tradução para o espanhol: Víctor López Bondía (com autorização de Yamada Kiyotaka “Sanzinsoo”)

Tradução para o português: Giovani Pereira com revisão de Tiago Frosi sensei, José Pedro Leal e Pinto San. 

Links:

5 comentários sobre “REUNIÃO DOS GRANDES MESTRES DE KARATE

  1. Então, a final, qual a importância (se houve) de Gichin Funakoshi, para a mudança e uso do novo Kanji (mãos vazias)? Onde podemos encontrar informações sobre as reuniões seguintes?

    Curtir

  2. Muito bom. Parabens. Os topicos ficaram explendidos. Oss… Welbster – Karate Momose – Adelaide – S.A. – Australia

    Curtir

  3. Excelente matéria, mas demonstra a dificuldade para estabelecer uma unidade, dessa arte marcial que todos amam. Desde sua gênese….até hoje! Na realidade nem sei se isso (unidade) é fundamental….todos continuam a praticar…karate pra vida. Oss!

    Curtir

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s