CONCORRÊNCIA – Eis a questão!

roberto-para-a-coluna
Roberto Sensei

Olá amigos do Blog, depois de algum tempo afastado, estou aqui novamente.

Desta vez para dividir uma descoberta que fiz recentemente, apesar de já desconfiar ha algum tempo do porque dos JAPONESES RESIDENTES AQUI NO BRASIL, PROFESSORES DE KARATE DO, especialmente do estilo SHOTOKAN, sempre arrumarem uma desculpa para mandarem seus melhores alunos embora a partir de determinado momento no treinamento. Recentemente, fui procurar meu primeiro Instrutor de Judô e Karate, Japonês Naturalizado Brasileiro, figura conhecidíssima em Ribeirão Preto e muito respeitada, para uma entrevista sobre o inicio da Arte Marcial em minha cidade. Estou escrevendo um livro sobre isso. A primeira coisa que ele fez a me ver após mais de 20 anos, foi me cumprimentar pelo meu ROKUDAN (6º Dan), já que havia lido em alguma revista sobre minha viagem para o meu exame em 2008.

Foi aí que ele me disse uma coisa que jamais eu ouviria de outro Japonês.  Parabéns por ter saído do Brasil, já que por aqui VOCÊ JAMAIS alcançaria uma graduação dessas. Nós Japoneses NUNCA graduaríamos ninguém acima de SANDAN. Apesar de ficar surpreso com a confissão, já desconfiava disso ha muito tempo. Meu Sempai no Karate, Ex-Campeão Brasileiro e Paulista, ficou por 17 anos no Yondan e só se graduou Godan com a visita dele comigo a África do Sul em 2000. Isso também ocorreu nos EUA, muito dos Americanos Seniores no Karate, Ex Alunos de Nishiyama e Okazaki, também passaram por isso. Chegou o momento em que os Mestres arrumaram confusão com todo mundo já que eles, americanos, queriam graduar seus próprios alunos, coisa que a Organização do Japão JAMAIS permitiria. Resolveram então deixar os Mestres. Como aqui no Brasil. Difícil de entender tamanha falta de entendimento e respeito a seus alunos. Todos têm contas para pagar, mas não, as mesmas pessoas que trouxeram o Karate para nosso país estão aí, ha mais de 50 anos ditando normas e procedimentos.

Uma Organização bem famosa por aqui, chegou a dar autorização a mim e a outro Instrutor para graduarmos nossos alunos em nosso Dojo mesmo. Tudo isso definido em reunião. Quando marquei o Exame, recebo um telefonema de um “pela sacos”, também da diretoria, dizendo que o Presidente da Organização não autorizava e que eu deveria levar meus alunos a São Paulo para a realização do mesmo. Evidente que não fui, resolvi me afastar dali. Dizem que samurai não precisa assinar nada. Falou então ta falado, parece que o samurai em questão esqueceu sua honra na gaveta. Pior seus asseclas e carregadores de malas insistem em acompanhá-los.  PARADOS NO TEMPO HA 50 anos!

Evidente que existem exceções entre eles.  Machida Sensei é uma delas, mestre carismático, amado por todos os Brasileiros, nunca se preocupou em fazer politicagem. Basta ver seus filhos, todos eles de caráter ilibado. A ironia do destino e que a maioria desses Mestres, hoje esta passando por dificuldades financeiras seríssimas. Alguns deles, com perigo ate de fechar seus Dojos. Ao invés de somar, preferiram dividir. Alguns desses ousaram presidir duas Organizações do Karate ao mesmo tempo.

Completamente antagônicas. Só pra não deixar o osso pra ninguém. KARMA INSTANTÂNEO.

Uma hora isso muda pra mim mudou faz tempo, não sinto saudade alguma desse tempo.
Osu!

21 comentários sobre “CONCORRÊNCIA – Eis a questão!

  1. Sinistro, mas não duvido. A cultura da visão gaijin veio junto com a bagagem cultural dos japoneses. Infelizmente muitos não gostam de tocar nesses assuntos polêmicos.

    Curtir

  2. Nossa! Complicado… Há muito mais coisas por traz do dojo do que imaginamos. Ainda bem que tem gente, com coragem, que está aí para trazer informações pra gente. Ossu

    Curtir

  3. Estava estes dias conversando com um amigo sobre isto eu sou do Goju Ryu e meu amigo do Shotokan e meus senseis abrem esta brecha de que vcé um faixa preta vc pode graduar seus alunos até a marron ni kyu ai para preta existe uma banca examinadora de no minimo um 5º Dan e dois 3º Dan e no shotokan vcs vivem presos a federações que só estão interessados em R$ e banana para a filisofia do karate isso deveria acabar quer dizer que um professor de karate não tem capacidade de examinar um aluno meu sensei tem esta capacidade pq ele me ensina a filosofia pq karate só com pratica não seria karate-Do…um dia isto Muda

    Curtir

  4. Oss, por causa destes mestres, o karatê encontra-se em grande declínio. Até quando vamos ficar curvando nossas cabeças pra estes, tendo aqui mestres bem melhores.
    Muito bom texto.

    Curtir

  5. Wassil Amorim / Rio Largo – AL

    Osu, E lamentável ver o quanto o Karatê no Brasil se encontra estagnado, não só neste, mas também em outros aspectos, por conta dessa politicagem maldita.
    Osu!
    Excelente texto, obrigado por compartilhar essas informações com a gente e por favor…
    NAO DEIXEM O SITE MORRER!

    Curtir

  6. Lamentável! Desde que faleceu Sensei Masatoshi Nakayama em agosto de 1987, JKA ruiu, pois vários mestres abandonaram a mesma e organizaram novas representações, cada um intitulando-se como top da organização, contribuindo para está subdivisão do Karatê no mundo. O mesmo ocorreu em vários países inclusive o Brasil. Acompanho Karatê no Brasil desde 1975 e vejo excelentes mestres desaparecidos do quadro atual devido aos conflitos de ideais. É lamentável Prof. Roberto que atitudes tenham prejudicado o desenvolvimento do bom karatê em nosso país. Em 2012 assisti o campeonato brasileiro JKA no Rio de Janeiro, 50 anos de karatê no Brasil e fiquei decepcionado pela pequena quantidade de karatecas e nível técnico da competição, salvo poucos de alto nível. Estava presente Sensei Masahiko Tanaka. Somos um país tão grande e coesos poderíamos ter um Karatê muito forte. Oss.

    Curtir

  7. Muito chato falar sobre isso, mas o pior de tudo é que o Sr tem razão 😦 Senti na pele, quando me disseram ” tenta de novo ano que vem” com um sorriso do tipo ano que vem paga de novo né

    Curtir

  8. entre n o site da JKA e veja o preco que cobram, por exemplo o Diploma de Sandan, caso seja aprovado.1323 Reais. E Desalentador. No minimo a organizacao no Brasil esta ganhando 100% sobre o valor REAL. Ganhar em Taxa de Diploma pode Arnaldo?? Ate entende-se que deve-se cobrar pela taxa do Exame, mas na taxa de Diploma pra mim e demais.Virou comercio na cara dura. O passaporte da JKA(que diga-se de passagem nao serve para nada), custa 120 reais. No Japao, 10 dolares. E por essas e outras que o nosso Karate esta onde esta. Corrupcao e endemica,

    Curtir

  9. Gostei do texto, e também vejo coisas do tipo bem semelhantes: porem com olhares de quem pouco sabe a respeito dessas vergonhas, só acho que faltou dar mais nomes aos bois, para quem pouco esta por dentro, não cair nos falsos testemunhos, Oss..

    Curtir

  10. Terrível… No Brasil o karatê virou comércio há um bom tempo. Todo mundo quer “tirar o seu”, dessa forma os preços e custos ficam cada vez maiores, pois a fila de mamadores só aumenta. É triste, e concordo, é por isso que o karatê no Brasil está como está…

    Curtir

  11. Samurai sempre será Samurai, independentemente de sua raça! Nós ocidentais temos samurais muito acima dos nipônicos (eles sabem disso e por isso discriminam).
    Sou aluno do mestre Roberto desde 1990, orgulho-me enormemente disso. Para mim é uma honra. Nipônicos falam, quero ver entrarem num dojô sem regras e experimentar uma luta de verdade. Estou sempre à disposição para qualquer tipo de combate. Osu mestre Roberto. Alemão

    Curtir

  12. Samurai é Samurai. Sempre pronto para o combate. Karatê ocidental muito superior ao karatê japonês. Um combate real não tem regras nem discriminação. Adversário é adversário. Mestre Roberto, orgulho-me enormemente de ser seu aluno, recobro-me disso desde 1990. Seu nome sempre será respeitado! Quero ver japonês entrar num dojô para um combate sem regras. Osu mestre Roberto. Sempre pronto para o combate!!! Alemão.
    “Só lutamos por aquilo que amamos, só amamos aquilo que respeitamos, e só respeitamos aquilo que conhecemos” A.H.

    Curtir

  13. Saudações,

    Enquanto houver plateia pra esses palhaços, logicamente continuarão a fazer piadas, diga-se de passagem, da cara dos trouxas que pagam 1/7 do salário mínimo vigente no país apenas por um item decorativo.

    Sejam sensatos.

    Curtir

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s