KARATE NEWS # 31 – 17/10/2013

O karate em notícias
Com Roberto Sant’anna,Tiago Frosi , José Pedro e Pinto San

– OLIMPÍADAS 2016 –  Atletas do Taekwondo Brasileiro, fazem vaquinha on line.

– KARATE BRASILEIRO DE LUTO – Faleceu jovem atleta campeão Pan-americano.

Download melhor qualidade 128 kbps –13Mb [14:05 min]

GOSTOU? ENTÃO  COMENTA  AI  E CLICA NESSES BOTÕES AI EM BAIXO.

5 comentários sobre “KARATE NEWS # 31 – 17/10/2013

  1. Oss!

    Sobre os falsos do nosso meio, aqueles que se achão, os super karatecas e suas super organizações, deveriam ter aprendido com aquele exemplo que fizeram com Aghayev, quando ele foi abandonado, no Brasil, após o curso, e Karatecas de mente aberta, o ajudaram independente de estilo ou organização. Sobre a morte do jovem Karateca; somente lamentar a perda, mas como já diz o dito popular: “Para morrer basta estar vivo…”

    Att.: Sensei João Carlos Carlos – Bushido Dojo – Campina Grande/PB

    Curtir

  2. Primeiro, parabéns de novo pelo Blog: ele cumpre um papel ousado, mas essencial para todos os que gostam de karate mas naõ encontram um meio ágil de poder ouvir algo sobre a arte que gostamos tanto.

    Acompanho seu trabalho há tempos mas só hoje encontrei o botão comentar: vou tentar manter presença em todos os casts que produzir.

    Por partes:

    Sobre a questão da ajuda do governo:

    Jà existe apoio aos atletas organizado à disposição de qualquer um: a bolsa atleta. Conheço pessoas que as recebem e depende exclusivamente da confederação certificar que o atleta em questão conseguiu resultados a nível nacional ou internacional (parece haver 2 níveis de bolsa).

    Neste sentido, pelo que ouço. pois nunca pleiteei este tipo de bolsa para meus atletas, é fácil conseguir mas depende de credibilidade e organização da organização em questão.

    No caso, Daniel, fica a dica. Procure saber se ele pleiteou esta bolsa atleta. Se ele tem resultados confirmados, consegue com cderteza, o rpoblema é se ele não tem resultados, e aí vem o problema deste tipo de fomento ao esporte de rendimento: não apoia o esporte de base e os novos talentos deverão cavar seu lugar com o próprio sangue (no caso dos jovens lutadores de karate amador com o paitrocínio).

    Sobre este tipo de apoio para o karate quando ele se tornar Olímpico, eu reflito 2 pontos: primeiro: a política do COI, pelo que sei, é reduzir o número de modalidades e não aumentar. Sabemos todos que o que manda lá é o dinheiro (foi como o TKD entrou), então, não se pode colocar a mão no fogo por nenhuma informação técnica, segundo, olimpíada é esporte de ponta, e o apoio financeiro vai preferencialmente para técnicos e atletas de ponta.

    Tenho uma opinião muito pessimista sobre vantagens do Karate se tornar olímpico. (destaco que o “K” está maiúsculo por escolha minha e o “o” do olímpico está minúsculo por escolha consciente minha): nunca vi as lutas já olímpicas melhorarem alguma coisa.

    Sobre a questão das muitas confederações:

    Sou da época que o karate era um só (ele dividiu quando estava na faixa marron) e não sinto falta, acho que está melhor dividido de fato porque pelo menos deixa cada um livre para estar ao lado de quem se identifica e nos deixa sintonizados com a liberdade de associação que a constituição nos garante a todos.

    Sobre o falecimento do Karateka: lamentável, meus pêsames aos familiares.

    Sobre a causa, acho muito difícil ter a ver com o treinamento dele mas vamos esperar o resultado da necrópsia.

    Augusto César da Fonseca Neto
    Karateca – Catalão – Goiás

    Curtir

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s