UMA IMAGEM VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS!

Vamos apoiar nossos amigos karateka’s, vamos mostrar o BUDO e o REIGI para quem sempre esteve no comando mas nunca soube o significado destas palavras. Enquanto os cartolas  decoram o dojokun e apenas o usa em emails, vamos mostrar como se pratica isso!  Independente de siglas, o que importa é o nome KARATE!  Está na hora de KARATEKA’S comandarem KARATEKA’S.   Oss!

fora Edgar Ferraz
O INIMIGO AGORA É OUTRO!

Vamos mostrar aos brasileiros como nós karateka’s fazemos com a má administração !

ESPALHE ESSA IDEIA!

19 comentários sobre “UMA IMAGEM VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS!

  1. oss
    se todos fossem realmente karatekas fariam um so e não teria tantos karates estilos e estilosos e sim um unico para esporte e arte marcial mas os mestres veem interesses economicos alem disto então se torna utopia estas plavras minhas verdadeiramente deveriam ter estilos que comprovadamente tivesse mestre e não mestres com 8º dan e não acima disto mestre maior que isto provasse então com o saber de pelo menos 3 estilos todos os katas e anuances de cada um. e ter um exame por ano em cada pais de todas as faixas na capital do mesmo e um campeonato a cada quatro anos aberto e por nocaute sem diferença de faixa, participa quem quer e quem tem qualidade e preparo para tal.
    Delavedova, Marcos.
    oss

    Curtir

  2. Precisamos fazer algo e rapido, pois esta tudo indo de mal a pior. Oss

    Marco Antonio – 42 Anos – 2 Dan – JKA Brasil – Ribeirão Preto – Aluno Sensei Roberto Santanna.

    Curtir

  3. O que precisamos fazer afinal, onde assino? se bem que se não me sinto bem em um local eu simplesmente saio já que a grande maioria aceita o chuk lá.

    Oss

    Curtir

  4. Está na hora do Karatecas acordarem e fundarem uma única federação e englobassem todos os estilos, tornando-o mais dinâmico e realmente unificado sem pender apenas para um estilo. Na minha opinião a cada 100 anos o karate deveria ser reformulado pois é impossível ter um estilo tradicional ensinado da mesma maneira sem evoluir tecnicamente e fundir-se. O Karatê em sua origem em Okinawa era um só, com o passar do tempo mudou e devemos resgatar isso. SÓ TEREMOS KARATÊ NAS OLIMPÍADAS QUANDO VOLTARMOS ÀS ORIGENS DA ARTE!!

    Curtir

  5. Apoiado!

    PS.: Como se pronuncia Reigi Saho? essas coisas não ensinam mais nos Dojos…

    Pinto, cria um vocabulário de terminologias no Blog?

    Oss.

    Curtir

  6. Pessoal, hoje o que chama muito atenção é o tal do TWITAÇO, muita gente põe o hastag, por exemplo #porumkaratedigno , e isso ganha repercussão nacional e internacional… É uma possibilidade…
    Só para lembrar, o problema da cbk já virou até dissertação de mestrado http://repositorio.bce.unb.br/bitstream/10482/2728/1/2007_CarlaRibeiroTesta.PDF e livro https://www.livrarialoyola.com.br/busca2.asp?secao=livros&codsec=54&var1=&var2=TESTA,%20CARLA%20RIBEIRO&var4=&var5=0&var6=&var7=0&var8=0&var9=1&var3=153525

    Curtir

  7. Rapaz, num sei sobre o que é não, vejo algumas noticias sobre a cbk no karateka.net e tal, mas to por fora. Em todo caso, se a causa é justa e honrada, tamo junto.

    Curtir

  8. Detesto instituições de Karatê que acredita que os associados servem a instituição, mas é justamente o contrário! são as federações e confederações que deveriam prestar um serviço de melhor qualidade, oferecendo o melhor.

    Do que adinata o nome pomposo da confederação, ser oficialmente ligada a comitês olímpicos, mas a instituição continua parada e estática em seu trabalho?

    Sou ligado a uma confederação famosa de SP, paguei duas anuidades e até hoje não recebi qualquer tipo de documento que comprove minha filiação, e quando exigi satisfações, fui tratado com uma frieza tal, que até parece que estava pedindo algum tipo de favor a essa instituição!!

    Chega! basta de ser tratado como emrepado por federações e confederações que não pagam minhas contas.

    Curtir

    1. Somos produtos de nossas escolhas… então. Precisamos melhorar nossas escolhas. Eu quero uma Federação Forte, pronta para o futuro. CBK precisa melhorar!

      Curtir

  9. Seria muito interessante se somente uma instituição zelasse pela arte que praticamos e amamos. A CBK usa de uma prática onde divulga que apenas o KARATE praticado por seus associados é o OFICIAL. Mas o que vem a ser KARATE OFICIAL? Sera então que todos os que não tem registros em seus livros são “clandestinos”? Ou será que eles querem que todos pagem a anuidade aumentando assim a folha de arrecadação da confederação?

    É muito triste ver uma arte que tem tanta história e princípios éticos em sua base, se acabar por ganância e interesse financeiro! Quais são os princípios morais que regem os líderes do karate no Brasil?

    Precisamos resgatar o verdadeiro Karate!

    Curtir

    1. Márcio meu querido, quem intitulou a CBK como OFICIAL foram os cartolas ( presidente da confederação e federações estaduais) com o objetivo de fazer uma lavagem cerebral nos desavisados ( tantos os filiados quanto os outros karateka’s), simplesmente foi uma picaretagem que surgiu de cima, da diretoria, diretoria esta que está há mais de 15 anos no poder, nunca houve uma mudança de presidente , o atual é praticamente o dono, que não sabe muito sobre karate, não entende quase nada sobre o assunto e se prevalece do seu cargo para impor sua mediocridade perante karateka’s de verdade! Repito a CBK não tem nenhum O de OFICIAL em sua sigla e em nenhum papel de registro, isso foi picaretagem dos cartolas que acabou convencendo os seu filiados que por sua vez acreditou em picaretas! Oss!

      Curtir

  10. Oss!!!

    Sou faixa preta da FGK/CBK e sou testemunha viva de suas atitudes aonde dirigentes estaduais aqui no RS,dizem que faixas preta de outras organização são picaretas e seus diplomas não valem nada.Atitude imposta pela diretoria aonde são o espelho da CBK,Karate é Karate não importa qual organização,mas Karate só é Karate quando segue as raízes de mestres,como de Guichin Funakoshi.Por isso estou afastado destas entidades,mas não do KARATE-DO!!!!!

    OSS!!!!

    Glauco – Cachoeira do Sul,RS-Brasil

    Curtir

  11. Treinei o Tradicional muito tempo, em Fortaleza e em João Pessoa, quando passei a treinar em Cajazeiras, onde o Shotokan tinha acabado por incompetência, tentei reativar (e reativamos) imprimindo a filosofia marcial. Que nada de marcial, o pessoal ligado a FPK, que depois mudou a sigla para FPBK, ligada à CBK, só queria saber de dinheiro. o presidente da Federação vinha, fazia exame e nunca emitia o certificado. Fiz exame para preta e nunca vi a sombra do certificado, liguei para a CBK, mandei email, e nada, bando de incompetentes e aproveitadores. Quando saí e montei meu Dojo, ingressando na CKIB, disseram que eu era clandestino e meu diploma não valia nada. Chamei os caras pra prova dos nove, mas eles não sabiam somar dignidade com ética.
    Chega de picaretagem! Não dá para pregar o Dojo Kun para estes cartolas picaretas.

    Curtir

  12. Por que não fui para a FKERJ? porque a diretoria permanece a mesma por décadas, desde a saída da família do Kohara.

    FKERJ é filhote da CBK…rs

    Curtir

  13. Os ÚNICOS CULPADOS DISSO TUDO, CHAMAM-SE ZICO E PÉLE, , FIZERAM LEIS QUE ABRIRAM ESPAÇO PARA VARIAS FEDERAÇÕES…….

    Curtir

  14. EM Tempo: O KARATE NO RIO DE JANEIRO PRECISA SE ORGANIZAR MAIS INDEPENDENTE DE FEDERAÇÃO , OS HORÁRIOS DE TREINOS SÃO PÉSSIMOS, SÓ TEM HORÁRIO Á NOITE, DIFÍLCIMENTE TEM HORÁRIO MANHA OU TARDE.

    Curtir

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s