Treinando em Casa

Makiwara
Makiwara

Alguns dias atrás um praticante de karate  recém iniciado esteve em alguns fóruns de karate perguntando sobre aparelhos ou exercícios para auxiliar no treinamento de karate, então decidi mostrar alguns dos meus na esperança de ajudar os praticantes que estão na mesma dúvida.

Para começar  e bom ter em mente que o assunto é ajudar e não substituir o treinamento tradicional (como sempre digo, kihon é o segredo), é possível “prepararseu corpo com alguns exercícios simples e o uso de alguns acessórios tanto tradicionais quanto usados em muitas academias hoje em dia.

Nos meus treinos no “aconchego do lar“, eu sempre dou ênfase ao condicionamento físico, é no meu treinamento particular que pratico a parte de velocidade e potência, mas claro sempre preocupado com os fundamentos (se assim não fosse, estaria jogando os treinamentos do dojo e  o particular no lixo), agora devemos lembrar que o descanso também faz parte e o exagero é o maior inimigo.

Como todos os leitores do blogsabem, sou um “fã” do treinamento com elásticos, por isso sempre tenho uma à mão (dentro do carro ou no trabalho, é só ter um tempo livre que estou praticando com ele, sim, já fui chamado de louco pelos colegas de trabalho, rsrs), pesos é minha segunda paixão, alteres ou tornozeleiras e meu segundo amor, MAKIWARA, onde euacabo com o estressede um dia difícil.

Para resumir irei postar alguns vídeos garimpados na net de como usar tais aparelhos, mas antes de começar a “pegar no pesado“, lembrese de que vários fatores devem ser considerados, desde o peso adequado, postura, quantidades de repetições e qual o objetivo que você deseja atingir com o treino (competitivo ou treinamento de rotina), pensando nisso será possível traçar uma rotina com menos riscos de prejudicar você.

Vídeo do livro KARATEDO TRAINING – livraria Orioka (japonesa), coma a seleção japonesa de karate e direção de Kagawa sensei (JKF).

Treinamento com bola de pilates,(uso esse treinamento para “deia” em gyaku tsuki.

Treinamento de equilíbriu com bola de pilates, muito bom.

Sandálias de ferro
Minha confortáveis Sandálias de ferro

<!–[if !mso]> <! st1\:*{behavior:url(#ieooui) } –>

Alguns dos Meus brinquedos:

Tekki Geta (sandálias de ferro) – Não é bem uma coisa que você irá encontrar em qualquer loja, mas se tiver a chance de comprar eu recomendo, apesar de poder ser substituída pelas tornozeleiras usadas hoje em dia, as sandálias de ferro preparam os tendões dos seus pés, pois você terá que usá-los para evitar que a geta saia voando em direção a TV da sala quando for treinar com elas, também deixa seus pés mais resistentes (vai doer menos quando seu maegeri preguiçoso pegar no joelho do colega ou seu mawashi geri acertar o bendito cotovelo do adversário).

O perigo está em como treinar com as geta, não deve chutar com velocidade, todo o movimento, desde princípio até o final dos chutes (seja ele qual for) deve ser praticado lento, assim seu joelhos musculatura das pernas irão agradecer.

Halteres de mão – esse sim você pode comprar nas lojas de esporte, costumo praticar kihon e kata com eles, melhora muito minha potência de golpes, uso pesos de 2 kg para praticar kihon e kata e pesos de 5 kg para treinamentos de socos com pouca repetição.

Como todo treinamento de karate com pesos, NADA DE VELOCIDADE ou você vai perder um bom tempo na recuperação de uma lesão.

TornozeleirasBem essas eu não uso na forma como o pessoal conhece, sempre quis praticar com pesos usando a

Brinquedos

Meus brinquedos

velocidade, mas depois de uma baita dor nos joelhos desisti de correr, chutar e pular usando essasbenditas” nos tornozelos, foi dai que passei a usálas nos quadris, como um cinto (junto 2 ou 3 tornozeleiras), assim o risco de lesão diminui (não some) se usar um pouco mais de velocidade.

Uso muito nos treinamentos de kihon, seu domínio do centro de gravidade melhora muito, suas pernas ficam mais fortes e sua velocidade de deslocamento de base aumenta com certeza.

O risco é que se não tomar a devida preocupação com a postura sua coluna pode sofrer, use pouco peso.

Elásticospreciso falar?!!

RiscosPreciso falar?!!

Bola pilates e saco de areia

Bola pilates e saco de areia

Saco de areiaEsse acho que não preciso apresentar, mas tenho uma forma particular de treinar com ele, como a maioria das construções do Japão são de madeira (por conta dos terremotos), eu não tenho como pendurar o SANDOBAKU (saco de areia em japonês), e pendurar na varanda com um frio de 7º não é muito do meu agrado, então eu uso ele no chão, ta certo que chutes como mawashi geri, keage e kekomi não é possível treinar, mas dessa forma é ótimo pra treinar ashibarai (no meu caso seria gedan mawashi geri), funciona muito bem, se não derrubar deixa pelo menos o colega mancando (rsrs).

Risco – use luvas caso for praticar socos assim ele dura mais e se for usá-lo para praticar ashibarai tome cuidado com os parafusos e cravos que sustentam as correntes (Ai meu pé!!).

Bola de pilates – É uma academia, serve até pra resfriado (brincadeira), mas a diversidade dessa nossa antiga conhecida na época de criança tem tantos benefícios que se for sitalos aqui vou ter que escrever um livro, mas posso dizer algumas coisas, como o uso para abdominais, pois os riscos a coluna são mínimos, exercícios de equilíbrio, flexões de braço, treinamento de reação, alongamentos e etc.

Riscocuidado para ela não estourar com você em cima.

MAKIWARA, ah a makiwara!  – Serve pra bater, pra bater e bater um pouco mais, também serve pra dor de cabeça, estresse, preocupações, brigas conjugais, dificuldade financeira, estresse com kohais e picaretas do Orkut, laser e passa-tempo enquanto a pipoca está estourando no fogão.

RISCOSCUIDADO!  Os praticantes de ESPORTES e devotos do BUDO EVANGÉLICO devem tomar devida precaução para não estragar suas lindas mãozinhas e quebrar a unha enquanto auto-fragelar parte de seu corpo em um pedaço de madeira enrolada com corda! VOCÊ PODE MORRER!!

Acho que nos próximos postes vou falar mais sobre formas de treinamento com esses aparelhos.

Abraços.

Oss!

Sobre Pinto San

Estudante de karate há quase 20 anos, amante da cultura japonesa desde os 8 anos de idade e viciado em lámem. Casado com Priscilla Pinto ( filha de japonês), decidimos vir para o Japão pra levantar uma grana trabalhando nas terríveis fábricas japonesas, e treinar muito karate. Treino em um pequeno Dojo no interior do Japão, mas todos os anos em embarco em aventuras pelo país/ilha, procurando os melhores dojo de shotokan para aprender mais karate. Meu objetivo é simples, ser o melhor karateka do mundo! Claro que isso é impossível, mas no fim das contas o mais importante mesmo é a jornada.

Publicado em 02/01/2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: