O TREINAMENTO DE KATA

Há um tempo atrás li em uma das comunidades de karate do orkut um post que chegou a gerar certa polêmica a respeito do kata, o poste fazia a tal pergunta :

– Qual a importância de treinar o kata?

Realmente ,para os que não estão familiarizados com essa parte do treinamento se faz essa pergunta , seria o kata somente uma luta imaginária , que persiste ainda nos dias de hoje por simples respeito as origens do karate?
A resposta é não!
Sei que é difícil aceitar que o treino de kata é tão importante quanto o kumite ,ainda mais nos dias de hoje , que qualquer leigo sabe o que é um vale tudo , uma competição que desmistifica , ou pelo menos quase , tudo o que foi dito pelos “antigos mestres de artes marciais”.
Para entender melhor vamos fazer o seguinte ,dividiremos os praticantes de karate em 3 categorias , pois é , eu notei nesse meu tempo de karate , que existem vários interesses dentro do dojo , são estes :

– O praticante ;

tem sempre um colega que gosta de colocar seu dogi , movimentar seu corpo nas aulas, suar , e sai do dojo com a sensação de bem-estar, geralmente são pessoas de certa idade , as vezes até mesmo jovens , que procuram uma atividade física associada a um esporte de combate com o objetivo de adquirir uma auto-confiança , seu objetivo é a melhora de sua condição de vida/saúde.
Dificilmente você vê esse colega se preparando exaustivamente para uma competição ,o que ele quer mesmo é praticar , muitas vezes se deve ao fato de não ter tido a oportunidade na juventude por diversas condições.
Como colega de treino ou até mesmo sensei ,devemos respeitar esses praticantes , mas não ignorar que as 2 horas de treino que eles participam , deve ser ensinado um karate sério, como digo , um karate de verdade.
O kata é justamente o que eles procuram ,a falta de interesse se dar por conta que muitas vezes os sensei não falam ou mostram a real importância , vejam bem , notem que depois de alguns anos de treino suas pernas ficam musculosas , torneadas , mas claro , o karate tem como principio de técnicas as diversas “BASES”, zenkutsu dashi, kiba dashi e varias outras , e em um kata mais simples você executa no mínimo 23 vazes essas bases, isso trabalha os grupos musculares inferiores , bases e chutes desenvolve os grupos do abdome que é responsável pela sustentação do seu tronco e conseqüentemente uma postura melhor, os socos e defesas trabalham seus braços e tórax , em fim , treinando kata você está praticamente malhando e com o mínimo de risco saúde , claro que deve ser bem orientado.
Coordenação motora ,melhorando o equilíbrio , a disposição , o relaxamento muscular e o auxílio na recarga das energias , depois de um dia de trabalho daqueles.

-O atleta ;

preparada para superar seus limites com o objetivo de ser melhor hoje do que foi ontem , a questão nem sempre é a medalha mas sim o desafio , ama o que faz e faz com todo o orgulho , o problemas está as vezes na forma de como faz .
O atleta geralmente é levado pelas regras ,sejam elas da competição , federação da qual é filiado e até do seu dojo , não é segredo pra nenhum karateka que as regras de competição limitam o karate dentro do “koto”(arena onde é realizado o kumite), golpes como hizagueri (joelhada) , empi (cotovelada) e varias outras técnicas que fazem parte do repertório do karate , na maioria das vezes , atletas ou supostos atletas descartam essas técnicas dos seus treinos , pelo fato de que as mesmas não são permitidas em competições e sendo assim , limitam seu karate .
O kata é ou será uma das vitimas dessa retaliação ,no Pan americano que foi realizado esse ano no Rio de Janeiro muitos notaram que não houve a modalidade de kata , com a desculpa de não ser atrativo ao publico , e em algumas confederações existem competições somente de kumite , claro que existem as de kata , mas a proporção é inferior, e com isso muitos atletas negligenciam os treinos de kata já que o que vale é a porrada propriamente dita .
Se essa moda realmente pegar ,na minha opinião o fim do kata no karate está próximo , hoje como muitos falam os praticantes querem uma arte marcial fest food , que tenha o minimo de esforço e o máximo de assimilação em um curto período de prática
Agora vejamos , o que é necessário para um bom rendimento do atleta ?
Muito se pergunta ,”força ou técnica?”
Não existe isso no karate de força ou técnica , existe “força e técnica”, o soco , chute , bloqueio do karate é feito com esses dois elementos, velocidade vem da força , técnica direciona a força e velocidade , ou seja , as duas trabalham jutas.
Antigamente não existiam academias de musculação ,não se tinha o conhecimento do funcionamento do corpo como hoje , e para o desenvolvimento muscular e a pratica das técnicas do karate se treinavam o kata , dai pensamos :
-Então não é mais necessário praticar o kata , já que existem vários outros meios de se conseguir o mesmo trabalho.
Será?!
Realmente existem varias outras maneiras de atingir alguns dos treinamentos que o kata oferece, mas deve se lembrar que kata foi feito para o karate , musculação , suplementos , etc são complementos para o atleta , porém se o atleta se dedicar exclusivamente aos complementos ou numa proporção maior que o treino de karate ele estará se desequilibrando .
O kata tem diversos deslocamentos diferentes no ENBUZEN (mapa de deslocamento do kata), no kata suas técnicas tanto de defesa quanto de ataque partem de uma posição baixa e estática , e sabemos que nessas condições desenvolver a velocidade e dinâmica é bem mais difícil, o que irá se tornar bem mais fácil e prático quando estas técnicas partirem do seu KAMAE particular.
Nem sempre numa máquina de musculação é possível se treinar 100% as técnicas .
Devemos somar nossos treinos , substituir em ultimo caso e nunca subtrair.

O karateka ;

Muitos pensam que o karateka não gosta de competições, que pode fazer coisas fabulosas com seu karate em matéria de técnicas , outros até se intitulam karatekas , falam que pregam a paz , trata o karate como uma religião do qual ele é um fanático , mas a coisa não é bem assim.
Primeiro, filosofia de karate se aprende treinando , na minha opinião karate é 100% filosofia e 200% treino , ficar sentado lendo livros ou fóruns na net podem até lhe trazer certos conhecimentos históricos , técnicos , mas dizer que é karateka por que leu todos os livros referente ao assunto está muito enganado .
Tem homens que abrem mão de muitas coisas importantes para os que o observam de longe, que mesmo passando por dificuldades não abrem mão dos seus sonhos , esses são os determinados .
Sim , o atleta com certeza pode ser descrito com essas características, mas existem alguns praticantes que são mais que isso , eles querem aprender , conhecer , estudar , aprimorar sem nenhuma recompensa aparente , eles não só se aprofundam no que praticam , mas também na cultura que originou a arte em questão .
Esses homens se entregam de corpo e alma , passam por cima de preconceitos , certas vaidades e as vezes até famílias, parece duro ler isso , mas é uma questão de escolha.
Pra esses praticantes eu dou o nome de karatekas , pessoas que não querem lucro , não querem fama , apesar desta surgir em alguns casos , o que os karatekas querem é viver dentro do que escolheram.
Tem uma frase que diz:

” O verdadeiro ensinamento das artes marciais é empregar o máximo de energia naquilo que se propõe a fazer”

Há karatekas que gostam de competir , que gostam de treinar de modo tradicional , que detestam o “karate esporte”, que apóiam e contribui para o “karate esporte “, apesar de diferentes todos tem algo em comum , um karate forte , uma força de vontade inabalável , um caráter justo e se precisarem usar o que treinaram durante anos tenha certeza que a coisa ficará feia !
O kata para o karateka é o “TODO” do karate , lá tem tudo que ele precisa e tudo que ele quer aprender , se dedicar a aprender detalhes a fim de passar para seus alunos do modo que é e não do modo que parece ser , para ele o kata é seu aquecimento , seu treino e seu momento de relaxamento .
Existem duas coisas que põe a mente do karateka em linha quando ele está confuso , makiwara e kata!
Bem , eu queria mostrar a importância do treino do kata , mas acho que acabei abordando outro assunto , me desculpem mas, acho que me empolguei um pouco .
Em fim , minha mensagem é o seguinte , karate sem kata pode ser qualquer outra coisa, só não é karate!
Pesquisem , peçam ao seu sensei pra falar algo sobre , tentem entender o que realmente tem nesse treino , e PROCUREM TREINAR O KATA REFERENTE A SUA ATUAL FAIXA!
Como eu disse no post anterior , a série Heian é a mais importante , parece ser simples , mas é base de tudo que vocês irão treinar , do 1º Kyo á o 9º Dan os Heian se farão presentes e se vocês não derem a devida importância com certeza terão muito trabalho pela frente para corrigir os erros.

Oss!

Postei aqui o segundo kata , Heian Nidan para ajudar o pessoal iniciante mas, que já está no nível adianta no seu dojo , e sempre lembrado que os vídeos aqui postados não servem para os autodidatas , karate tem que ser praticado no dojo , KARATE SEM MESTRE NÃO EXISTE, E SE EXISTIR NÃO FUNCIONA!

Heian Nidan – Kanazawa sensei

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s