KIHON IPPON KUMITE – 基本一本組手

Mokuso

Mokuso

Hoje decidi finalmente trabalhar no post. Desde que  vim morar no novo apartamento ( ou APERTAmento), fiquei sem espaço para treinar e fazer os videos ( falando literalmente), da última vez que tentei , a vizinha do andar de baixo não ficou muito satisfeita com a idéia e tive que escutar umas broncas em japonês às 10 da noite!

Mas nesse domingo, joguei a camera na bolsa junto com o dogi, peguei o carro e fui aventurar pelo Japão junto com a esposa, um típico programa de índio, mas divertido.

Passamos mais de 1 hora procurando um jinja (santuário) com pouco movimento e tranquilo, é meio estranho mas os santuários aqui tem aos montes, no centro da cidade, entre enormes prédios e como era de se esperar, nas montanhas.

Encontramos o Shiroyama Jinja (白山神社), bem afastado da civilização, um jinja simples mas mesmo assim muito bonito , ótimo lugar para visitar e tirar umas fotos, porém, até encontrar esse lindo lugar, eu e a esposa (o e o nosso bebê que insiste em não nascer, mesmo com quase 40 semanas de gestação), passamos por um monte de sufocos , subindo motanhas, barrancos e se aventurando em florestas que mais pareciam cenário de filmes de terror japonês (MEDO!!).

Família Pinto

Família Pinto

O kihon ippon Kumite trata-se de um treinamento básico, praticado desde a faixa branca, é onde praticamos o princípio da luta ( Kumite). O principiante aprende as primeiras noções de distância, “timing”, uso do “kime”, defesas e ataques e é com esse mesmo treinamento que os graduados desenvolvem a velocidade, variações de defesas e ataques, o correto uso do solo, o uso da respiração correta nas finalizações e muitas outras coisas.

Porém, nos dojo’s por onde já passei e treinei, poucos graduados se preocupavam com esses detalhes “importantíssimos”, pois a maior preocupação deles era a de atingir o colega de treino de qualquer jeito, mesmo que isso significasse o desapego a tudo isso que eu citei antes, jogando assim, todo o treino por água a baixo (o ego e prepotência são impressionantes em alguns dojo).

O meu post de hoje é para falar desses detalhes e de como dar a real importância a eles, não se trata de uma forma de treinar ditada por algum estilo ou coisa do tipo, é apenas a minha visão baseada em minhas experiências.

Vou abordar os UKE ( defesas ) no kihon ippon.

Deixo bem claro que o falado aqui é mais direcionado para os praticantes mais antigos, pois exige um kihon mais apurado, mas isso não quer dizer que os iniciados há pouco tempo não possam “ficar por dentro” do que vai precisar no futuro próximo.

A primeira coisa que devemos “consertar’ é a postura de início. A maioria aprende que o kihon,kihon ippon, kata e até mesmo o kumite ( seja ele jiu ou Shiai) tem de começar na posição HEIIKO DACHI (base em que a lateral dos pés ficam em linha reta), pelo fato de que quando avançarmos para a posição ZENKUTSU DACHI o pé de trás estará apontado para a frente (ou no ângulo de 45º graus) facilitando assim, o encaixe do quadril e a postura da base.

Shiroyama Jinja

Shiroyama Jinja

Mas o karate é uma arte de defesa pessoal criada para defender-se de um agressor ou um perigo qualquer de forma repentina, então em minha opinião TODAS AS TECNICAS DE KARATE DEVEM PARTIR DE UMA POSTURA NATURAL COM A EFICIÊNCIA IGUAL À DE UMA POSTURA DE JIU KAMAE (conhecida como base de luta).

Pense bem, ninguém anda nas ruas em zenkutsu dachi com as duas mãos protegendo o rosto e o tronco, ou anda com os pés retos como se fosse um robô!

Como Funakoshi sensei fala no NIJUNKUN ( os 20 princípios do karate):

構えは初心者に、後は自然体 kamae wa shoshinsha ni, ato wa shizentai

“O kamae é para iniciantes; com o tempo adota-se o shizentai”

Imagine você passeando com o cachorro, tranquilo e de repente uma madeira qualquer que cai do primeiro andar de uma construção e vem em direção a sua cabeça!!

Uma defesa Jodan Age Uke pode te livrar de ter um galo na testa ou até salvar sua vida ( claro que vai custar um hematoma no seu braço), mas se for necessário ter que se preparar em jiu kamae ou corrigir os pés na posição heiko dachi, já era!!

Vamos suar!

  • Usando o solo partindo da posição shizentai, pressione o mais rápido possível contra o solo o pé que irá recuar, isso vai projetar o seu corpo par trás. É o mesmo princípio que mostrei no treinamento de Oitsuki com elásticos, a reação do solo, seu deslocamento será muito mais veloz.
  • O giro do quadril deve ser feito no último momento, de forma rápida, cortante. No recuo de base saindo de shizentai, seu quadril deve ficar de frente e somente girar milésimos de segundo antes de finalizar a defesa, aproveitando assim a segunda reação do solo (quando seu pé de recuo tocar o chão) para aumentar a potência de sua defesa. Na finalização da técnica, pressione o joelho da frente para fora, fazendo com que seu quadril fique o mais lateral o possível e não se esqueça de endireitar o pé da frente, a lateral desse pé (SOKUTO – parte que usamos para aplicar o Kekomi e keage do yoko geri), deve estar reta, o que fará com que seu dedão do pé fique ligeiramente para dentro,empurre seu joelho da frente para fora, isso vai ajudar no giro cortante do quadril na defesa.
  • Não jogue seu corpo para trás, não esqueça que deve distribuir o peso corporal na proporção de 60% na perna da frente e 40% para a de trás.
  • Na finalização, sincronize a respiração “abdominal” com a contração dos quadríceps ( músculos da coxa) ,as nádegas (glúteos, bumbum ou bunda mesmo), isso vai dar sustentação à sua técnica.
  • Depois disto tudo, relaxe seus músculos o mais rápido o possível, para poder aplicar um contragolpe com o máximo de velocidade.
  • Deixe sua perna de trás com o joelho levemente dobrado, isso vai dar recurso de impulsão para ser usando no contragolpe. Quando estamos aprendendo o kihon ainda nos treinos de faixas coloridas, aprendemos a esticar totalmente a perna de trás do zenkutsudachi, assim forçamos mais o giro do quadril e “cria ” uma “independência” dos seus quadris com suas pernas, no popular ajuda a “soltar a cintura” (ponto importante do karate ), mas como disse no começo , essa forma de kihon ippon que estou falando não é nada de novo, apenas é uma “forma mais avançada”, suponho que os graduados já tem um bom conhecimento e giro do quadril , agora deve aprender ou lapidar o impulso contra o solo.
  • E lembre-se, quando estamos treinando kihon ippon com o comando do sensei, a contagem É PARA QUEM VAI ATACAR, VOCÊ QUE IRÁ DEFENDER DEVE FAZER ISSO NO ÚLTIMO MOMENTO, QUANDO O GOLPE ESTIVER HÁ POUCOS CENTÍMETROS DO SEU CORPO, assim você estará treinando seus reflexos, seu “timing” e percepção, o que vai precisar muito para as técnicas de sabaki (esquivas).

Tudo fica complicado explicando com palavras, por isso postei um vídeo com a maioria das explicações e ,como sempre , me desculpem o improviso,hehehe.

P.S Acho que estou perdendo meu sotaque pernambucano!

Podemos executar o mesmo treinamento com o auxílio dos elásticos, sempre tomando cuidado com a pressão certa das borrachas, para evitar lesão ou até mesmo atrapalhar o treinamento, TUDO DE MAIS É VENENO!

Espero que os vídeos e o post de hoje tenham sido proveitosos, eu estou me esforçando ao máximo para postar um bom material e com o muito cuidado.

Também quero agradecer à todos vocês que acessam o blog e peço desculpas pela demora, mas sempre pesquiso antes de publicar para evitar algum erro que possa prejudicar ao invés de ajudar,  e isso leva algum tempo. O bom disso tudo é que também aprendo mais com essas pesquisas.

Bons treinos e um abraço, até mais!

Oss!

Sobre Pinto San

Estudante de karate há quase 20 anos, amante da cultura japonesa desde os 8 anos de idade e viciado em lámem. Casado com Priscilla Pinto ( filha de japonês), decidimos vir para o Japão pra levantar uma grana trabalhando nas terríveis fábricas japonesas, e treinar muito karate. Treino em um pequeno Dojo no interior do Japão, mas todos os anos em embarco em aventuras pelo país/ilha, procurando os melhores dojo de shotokan para aprender mais karate. Meu objetivo é simples, ser o melhor karateka do mundo! Claro que isso é impossível, mas no fim das contas o mais importante mesmo é a jornada.

Publicado em 15/06/2009, em Nossos Colunistas, Pinto San, Treinamentos e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 32 Comentários.

  1. Carlos Francelino

    Obrigado Pinto San!

    Curtir

  2. Muito bonito o local.

    Curtir

  3. I enjoyed this article thanks for contributing 🙂 Cheers! Good job!

    Curtir

    • Mike, assim que possível , irei publicar artigos em ingles, mas antes tenho que conseguir um tradutro pois não sei falar ingles. (escrevi de forma polida para ajudar na tradução)
      Obrigado pela visita.
      Oss!

      Curtir

  4. Lú Lobato

    Muito bom! Bem didático! Parabéns!

    Curtir

  5. GOSTEI DO COMENTÁRIO SOBRE DOBRAR A PERNA DE TRÁS.
    OSS!

    Curtir

  6. MatheusPrestes

    Brilhante!!!

    Sou branca mas consegui absorver algumas coisas, virei fã do blog, parabens!

    Curtir

  7. oss
    assim podemos aprendemar mais ainda sobre a verdadeira arte do karate
    hoje com mais este evento compreendi porque as outras arte são, vamos dizer menos praticas, mas são eficientes tambem (não menos eficiente porem menos que o Karate-do)
    oss

    Curtir

  8. oss
    verdadeiro karateka encherga nas artes o verdadeiro caminho da vida idependente da arte mas vejo e glorifico o KARATE.
    oss

    Curtir

  9. Igor Gemelli

    parabens sensei pinto
    esse é o verdadeiro karate do , não so a pratica mas o estudo e pesquisa dela!!
    Oss!!

    Curtir

  10. Sensei Pinto, sei muito pouco sobre o Karate mas paresse estar bem mais perto do seu sonho do que imagina. Esse movimento de usar a forsa apartir do solo e o maximo. So tenho uma pequena pergunta e como e que eu deveria fazer para sair da posisao natural para o zenkutso Dashi? ( Como em Heyan Nindan)

    Curtir

    • Paulo , muito obrigado pelo apoio, que legal que o blog tem leitores tão distintos.
      Sobre a sua dúvida, gostaria que explicasse melhor, eu não entendi bem a pergunta.
      Um abraço e estou na espera.
      Oss!

      Curtir

  11. Paulo Mandume

    Eu penso que o meu arranque principalmente no Kata e muito lento, e o seu blog e uma bensao porque tem o que eu preciso e ate mais. Bem o sensei disse que
    “para um deslocamento muito mais veloz, devemos usar o solo partindo da posição shizentai ( que eu ainda uso o kamae), pressionando o pé o mais rápido possível contra o solo, e que esse movimento projetaria o corpo para trás mais rapido. A minha pergunta e, como devo fazer para partir de Kamae e ir rapidamente para Kokutsu dachi para frente ou de lado ( Como em Heyan Nindan)? Sera que tb devo bater o pe no solo ou devo uzar os quadríceps. Sou agora da faxa azul e nao quero avansar sem dominar esses movimentos. Muito obriga pela sua atensao. Domo Arigato. Rei Osu!

    Curtir

  12. Carlos Carvalho

    Sensei Pinto Oss!

    Fico feliz por saber que existe pessoas que buscam e estudam o KARAT-DO como o Senhor. Estou aprendendo muito com seus videos e suas narrativas.

    Um forte abraço
    Oss!

    Prof. Carlos Carvalho

    Curtir

  13. onde eu moro só tem eu shodan ñ tenho sensei por isso fica dificil aprender algo novo mas depois que conheci o sensei pinto sanestou mim sentindo um verdadeiro carateka muito obrigado mestre oss

    Curtir

    • Elias, obrigado pela força , e estou torcendo que você encontre um bom dojo para melhorar ainda mais seu karate, precisamos de gente iguais a você que se esforçam ao máximo mesmo nas dificuldades.
      Só não vou aceitar o título de mestre por que estou longe disso, nem mesmo sou sensei, sou apenas um kohai ( aluno) tentando aprender nossa arte.
      Oss!

      Curtir

  14. Oss! Primeiramente parabéns sensei Daniel,

    Sou um humilde admirador do seu trabalho, suas aulas são muito detalhdas e bem explicadas. Quero resaltar q to morrendo de inveja do sensei por poder treinar em um lugar tão maravilhoso rsrs.
    Mais uma vez parabéns, me lembro de um dia em que Sensei Marcelo me disse que “sensei” é aquele q tem o dom de ensinar, e que ele mesmo n se considerava digno do posto, tem gente q acha q por ser faixa preta o cara é mestre, é lógico q ele merece o devido respeito, mas só por essa atitude eu pude perceber o quão filosófico é o karate. Sensei Daniel vc realmente é digno de ser chamada de mestre. Espero q aceite os elogios mesmo vindo de uma pessoa como eu, por favor continue sempre assim.
    Oss!

    Curtir

  15. marcio dj shotokan

    muito bom sensei pinto estou tirando muitas duvidas com suas dicas,eu so peço se puder que fizesse posturas corretas e demonstração de chutes..oss

    Curtir

  16. Theo Seidler

    Comecei no karate há 20 anos, quando tinha 16 anos, treinei por 4 anos e parei durante a faculdade de medicina na faixa roxa. Agora, aos 38, resolvi voltar, e dentro das limitações da minha idade, pretendo avançar com afinco e sem queimar etapas. Voltei ao mesmo dojo, mas notei uma grande mudança na atmosfera do karate praticado há 20 anos e o atual. Moro em Belo Horizonte onde as opções são aparentemente muitas. Procurei visitar outros dojos e encontrei mais ou menos a mesma atmosfera, que não me agradou muito: karatekas divididos em duas categorias: os karatekas competidores e os outros. Os competidores, pelo que pude perceber nesses últimos 6 meses de atividade, não se preocupam em ter um kihon sólido e técnico, não praticam kata, e praticam somente kihon ippon kimite com o intuito de desenvolver rapidez, mas sem kime. E os outros karatekas, aparentemente não tem a oportunidade de aprender um kihon sólido porque os senseis, que emanam do grupo dos competidores, parecem achar que os karatekas “normais” não tem que aprender um karate tão técnico assim. Me incomoda ainda mais o fato de que esses karatekas parecerem não perceber isso ou não se importarem. Tenho recorrido a diversos vídeos para complementar os meus fundamentos e tenho treinado muito em casa. Gostaria de te agradecer, pois os artigos sobre tai sabaki e kihon ippon kumite foram simplesmente brilhantes. Tenho que te dizer que tenho uma invejinha saudável da oportunidade que você tem tido de freqüentar um dojo que te transmite um karate dessa qualidade. Oss!

    Curtir

    • Theo san, é um prazer ter e ler seu comentário, pois é a pura verdade e o que é pior, verdade que está sendo escondida pelos atuais “professores” de karate e seus atletas.
      E tenho que admitir que tive sorte em encontrar dojo’s que ainda preservam em 90% o karate que nós conhecemos no passado, mas confesso que antes de encontra-los, passei por “academias de karate” que não se preocuparam que essa preservação!
      Um abraço e espero ter mais comentários seus aqui nesse humilde blog.
      Oss!

      Curtir

  17. Olá sensei,
    Meus parabéns daniel sempre achei vc o melhor de Pernambuco agora vendo esses videos além de ter certeza ainda imagino vc no topo,lembro de vc na equipe da federação de Pernambuco com Emerson camara e claytom, adorava assistir suas lutas,acho q não lembra de mim mas ja tive a honra de treinar ao seu lado,emerson,claytom,denivaldo,robson, era aluno de genival takmura agora estou morando no rio de janeiro e estou parado no karatê,parei na roxa,mas ja estou procurando uma academia aqui pois tenho muita saudades,
    Meus parabéns,se der ve se entra em contato:clovisvsjr@hotmail.com
    saudades…
    oss…

    Curtir

  18. Renan Bovió

    Prezado Sr:

    Parabéns pelos seus vídeos, gostei muita das suas técnicas. Gostaria também de tracar informações sobre técnicas e/ou coisas do universo do karatê.

    Att, Renan Bovió

    Oss…

    Curtir

  19. não sei se o Karate que eu faço é outro sem ser o shotokan ou
    estou me confundindo, mas é que hoje quando estava treinando
    meu sensei disse que iriamos fazer kihon, começa aquele processo: ele fala yoi (para agente ficar alerta)
    depois pergunta : kata?
    agente fala : ichi
    primeiro da um passo para frente e um ao mesmo tempo, depois um passo para traz e a mão que estava atrás vai para frente aberta
    , depois faz tipo um giro com a perna e o braço fica apontado para
    baixo e assim vai indo.
    estou procurando na net algo sobre isso pra mim ir treinando em casa mas não acho.
    Eu queria que o senhor pudesse me explicar o que é tudo isso.
    Oss!

    Curtir

  20. Kélcio Arantes Almeida ( Kélcio Johnnys )

    Sensei aprendi bastante sobre taisabaki, e tbem o bunkai de alguns katas , e dentro outros treinamentos ( kihon , Jyu kumite ) parabens pelo seu trabalho em prol do nosso karate… Oss..
    Kélcio Johnnys da cidade de Formiga-MG

    Curtir

  21. Andrew Matos

    Muito bom o video! Parabens!
    Uma duvida: No livro Best Karate (M. Nakayama), ele refere que “inalamos ar durante os bloqueios,, exalar durante os uma tecnica decisiva, inalar e exalar durante golpes sucessivos”. Onde se enquadra esse principio ou se existe fundamento?
    OSS!

    Curtir

  22. sou karateca tambem iniciante faixa amarela sei que o karate nao se limita a queles golpes vazios sem fundamento essencia nao sei como explicar mas sei que voces enderam por favor me ajudem a entender esse fudamento

    Curtir

  23. Arthur Lima

    excelentes explicações,gosto muito dos seus vídeos, quando puder SE FOR POSSÍVEL você pode dar umas dicas de como usar o solo no Shiai Kumite? tentei um pouco mais ainda sai lento ,..abraço

    Curtir

  24. Gostei muito

    Curtir

  1. Pingback: COMPRESSÃO E EXPANSÃO ….?! « Pinto Karate Dojo

Deixe sua opinião por favor. Oss!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: